Boas Vindas


"O sorriso nunca pode ser sarcástico quando o olhar disser que ama e nem o olhar pode estar apaixonado se não se acompanhar de um sorriso franco..."

Sejam bem vindos ao Olhares e Sorrisos. Espero do fundo do coração que vocês gostem dele.


segunda-feira, 23 de abril de 2012

A ILHA DOS SENTIMENTOS




'Havia uma vez uma ilha, na qual viviam todos os sentimentos e valores do homem:
O Bom Humor, a Tristeza, o Saber...
Como também todos os outros, incluindo o Amor.

Um dia avisaram os sentimentos que a ilha estava prestes a afundar-se.
Então, todos prepararam os seus barcos e partiram. Unicamente o Amor ficou, esperando sozinho, até ao último momento.
Quando a ilha estava a ponto de desaparecer no mar, o Amor decidiu pedir ajuda.

A Riqueza passou perto do Amor num barco luxuosíssimo e o Amor disse-lhe:

 – “Riqueza, podes-me levar contigo?”
 – “Não posso porque tenho muito ouro e prata dentro do meu barco e não há lugar para ti.”
Então, o Amor decidiu pedir ao Orgulho que estava passando numa magnífica barca:
– “Orgulho, rogo-te, podes-me levar contigo?”
– “Não posso levar-te, Amor...” respondeu o Orgulho: “Aqui tudo é perfeito, poderias arruinar-me a barca”.

Então, o Amor disse à Tristeza que se estava aproximando:
– “Tristeza, peço-te, deixa-me ir contigo.”
– “Oh, Amor” respondeu a Tristeza, “estou tão triste que necessito estar só”.

Logo, o Bom Humor passou em frente ao Amor; mas dava gargalhadas tão altas, que não ouviu que o estavam a chamar.
De repente uma voz disse:
– “Vem Amor, levo-te comigo...”
Era um velho o que havia chamado.
O Amor se sentiu tão contente e cheio de alegria que se esqueceu de perguntar o nome ao velho.
Quando chegou a terra firme, o velho desapareceu.

O Amor deu-se conta de quanto devia ao velho e, assim, perguntou ao Saber:
– “Saber, podes dizer-me quem me ajudou?”
– “Foi o Tempo”, respondeu o Saber.
– “O Tempo?”, perguntou-se o Amor,
– “Porque será que o Tempo me ajudou?”.

O Saber, cheio de sabedoria, respondeu:
– “Porque só o Tempo é capaz de compreender quão importante é o Amor na Vida”.'

A lenda das três árvores - Nunca pare de sonhar!





Havia no alto de uma montanha três árvores. Elas sonhavam com o que iriam ser depois de grandes. A primeira, olhando as estrelas disse: eu quero ser o baú mais precioso do mundo e viver cheia de tesouros.

A segunda, olhando um riacho suspirou: eu quero ser um navio bem grande para transportar reis e rainhas. A terceira olhou para o vale e disse: quero crescer e ficar aqui no alto da montanha; quero crescer tanto que as pessoas ao olharem para mim, levantem os olhos e pensem em Deus.

Muitos anos se passaram, as árvores cresceram. Surgiram três lenhadores que, sem saber do sonho das árvores, cortaram as três. A primeira árvore acabou se transformando num cocho de animais, coberto de feno. A segunda virou um barco de pesca transportando pessoas e peixes todos os dias. A terceira foi cortada em vigas e deixada num depósito. Desiludidas as três árvores lamentaram os seus destinos.

Mas, numa certa noite, com o céu cheio de estrelas, uma jovem mulher colocou o seu bebê recém-nascido naquele cocho. De repente, a árvore percebeu que continha o maior tesouro do mundo. 
A segunda, certo dia, transportou um homem que acabou por dormir no barco. E, quando uma tempestade quase afundou o barco, o homem levantou-se e disse PAZ!! E, imediatamente, as águas se acalmaram. E a árvore transformada em barco entendeu que transportava o rei dos céus e da terra.

Tempos mais tarde, numa Sexta-feira, a árvore espantou-se quando as vigas foram unidas em forma de cruz e um homem foi pregado nela. A árvore sentiu-se horrível vendo o sofrimento daquele homem. Mas logo entendeu que aquele homem salvou a humanidade e as pessoas logo se lembrariam de Deus ao olharem para a cruz.

O exemplo das árvores é um sinal de que é preciso sonhar e ter fé. SEMPRE !!!

Não importa o tamanho dos sonhos que você tenha, sonhe muito e sempre. Mesmo que seus sonhos não se realizem exatamente como você desejou, saiba que eles se concretizarão da maneira que Deus entendeu ser a melhor para você.

 “Uma nuvem não sabe por que se move em tal direção e em tal velocidade. Sente apenas um impulso que a conduz para esta ou aquela direção. Mas o céu sabe os motivos e os desenhos por trás de todas as nuvens, e você também saberá, quando se erguer o suficiente para ver além dos horizontes.”.

quarta-feira, 7 de março de 2012

Nós encontramos o amor...



Eu ouvi você gritar quando ninguém mais conseguiu. Você sempre sentiu medo de ter alguém que fosse tão importante que, sem ela, você sentiria como nada! Ninguém nunca vai entender o quanto dói. Você se sente sem esperança, como se nada pudesse salva-lo. E então quando acaba, quando termina, você quase deseja ter todas aquelas coisas ruins de volta, para que assim você pudesse ter as boas.

Rihanna - We found love.

... Foi amor. É amor



"Não foi desejo. Nem vontade, nem curiosidade, nem nada disso. Foi um choque elétrico meio que de surpresa, desses que te deixa com o corpo arrepiado, coração batendo acelerado e cabelo em pé . Foi sentimento . Não foi planejado, nem premeditado. Foi só um querer estar perto e cuidar, tomar todas as dores e lágrimas como se fossem suas. A vontade e o desejo vieram depois, bem depois. Não foi um lance de corpo, foi um lance de alma. Não foram os olhos, nem os sorrisos, nem o jeito de andar ou de se vestir, foram as palavras. Uma saudade e uma urgência daquilo que nunca se teve, mas era como se já tivesse tido antes. Foi amor. É amor." 
Caio F. Abreu

quinta-feira, 1 de março de 2012

Me apaixonando por você



Fallin' For You  

I don't know but
I think I may be
Falling for you
Dropping so quickly
Maybe I should
Keep this to myself
Waiting 'till I know you better


I am trying
Not to tell you
But I want to
I'm scared of what you'd say
So I'm hiding
What I'm feeling
But I'm tired of
Holding this inside my head


I've been spending all my time
Just thinking 'bout you
I don't know what to do
I think I'm fallin' for you
I've been waiting all my life
And now I found you
I don't know what to do
I think I'm fallin' for you
I'm fallin' for you

As I'm standing here
And you hold my hand
Pull me towards you
And we start to dance
All around us
I see nobody
Here in silence
It's just you and me

[...]

Oh I just can't take it
My heart is racing
Emotions keep spinning out

[...]
I think I'm fallin' for you

Fallin' for you 

Me apaixonando por você 


Eu não sei mas
Talvez eu esteja
Me apaixonando por você
tão rapidamente
Que talvez eu deva
Guardar isso para mim
Esperar até conhecê-lo melhor

Estou tentando
Não contar pra você
Mas eu quero
Estou com medo do que irá dizer
Então escondo
O que estou sentindo
Mas estou cansada de
Segurar isso dentro da minha cabeça


Eu tenho passado todo o meu tempo
Somente pensando em você
Eu não sei o que fazer
Acho que estou me apaixonando por você
A minha vida inteira eu esperei
E agora que te encontrei
Não sei o que fazer
Acho que estou me apaixonando por você
Estou me apaixonando por você

Enquanto estou aqui
E você segura a minha mão
Me puxa para perto de você
E começamos a dançar
Tudo à nossa volta
Eu não vejo ninguém
Aqui neste silêncio
Somos só você e eu


Oh, eu não sei lidar com isso
Meu coração está batendo forte
As emoções querem sair
Acho que estou me apaixonando por você
Não consigo parar de pensar nisso
Quero você perto de mim
E agora simplesmente não consigo esconder

Acho que estou me apaixonando por você
Me apaixonando por você

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

O que significa a palavra AMOR ?

Amor é fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer.

É um não querer mais que bem querer;
É um andar solitário entre a gente;
É nunca contentar-se de contente;
É um cuidar que se ganha em se perder.

É querer estar preso por vontade
É servir a quem vence o vencedor,
É ter com quem nos mata lealdade.

Mas como causar pode seu favor
Nos corações humanos amizade;
Se tão contrário a si é o mesmo amor?
Luís de Camões

O amor é grande e cabe nesta janela sobre o mar. O mar é grande e cabe na cama e no colchão de amar. O amor é grande e cabe no breve espaço de beijar.
Carlos Drummond de Andrade

O amor é o sentimento dos seres imperfeitos, posto que a função do amor é levar o ser humano à perfeição. Como são sábios aqueles que se entregam às loucuras do amor!
Joshua Cooke

Um olhar... Pode dizer muita coisa


"Quem não compreende um olhar, tampouco compreenderá uma longa explicação."
Mário Quintana


"As mais lindas palavras de amor são ditas no silêncio de um olhar. "
Leonardo da Vinci

"As palavras estão cheias de falsidade ou de arte; o olhar é a linguagem do coração."
William Shakespeare


"Amar não é olhar um para o outro, é olhar juntos na mesma direção."
Antoine de Saint-Exupéry

"Esse teu olhar
 Quando encontra o meu
 Fala de umas coisas que eu não posso acreditar...
 Doce é sonhar, é pensar que você,
 Gosta de mim, como eu de você...
 Mas a ilusão,
 Quando se desfaz,
 Dói no coração de quem sonhou,
 Sonhou demais...
 Ah, se eu pudesse entender,
 O que dizem os seus olhos."
Tom Jobim

Como o Cérebro diferencia Amor de Paixão?


 
Quem não gostaria de viver um grande amor? Muito já foi dito há séculos sobre os mistérios que regem amor e paixão. Do matemático Pascal: "O amor tem razões que a própria razão desconhece", até Albert Einstein: "Como a ciência poderia explicar um fenômeno tão importante quanto o Amor".

Poetas, filósofos, músicos e nos mesmos já escrevemos e lemos sobre as mais lindas poesias, canções e textos sobre o amor. Pedi a amigos que me enviassem textos que fizessem ressonância com suas almas, para entender como percebemos o amor. Algumas das mais importantes que me mandaram:

- O amor avassalador de Camões.

"Amor é um fogo arde sem se ver, é ferida que dói, e não se sente; é um contentamento descontente, é dor que desatina ferida sem doer"...

- O amor que doi na alma de Chico Buarque.

"Oh, pedaço de mim Oh, metade afastada de mim Leva o teu olhar Que a saudade é o pior tormento É pior do que o esquecimento É pior do que se entrevar"

- O amor sagrado e companheiro de Beto Guedes

'Tudo que move é sagrado
E remove as montanhas
Com todo o cuidado
Meu amor

- O amor que transcende todas as formas de amar - Coríntios 13

Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse Amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine. E ainda que tivesse o dom da profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé..... se não tivesse Amor, nada seria...

"A paixão pode, sim, durar para sempre. Mas isso só acontece com algumas pessoas ? e ninguém sabe por quê"

Ciência e amor

Mas como o cérebro percebe e modifica sua química e seu funcionamento durante a ligação entre duas pessoas? O que acontece desde o primeiro encontro, a percepção de se estar apaixonado e a chegada do amor?

Em se tratando de amor, a neurociência ainda está engatinhando nos estudos. Uma matéria bem didática da Jeanne Callegari, publicada em Maio/2010 pela Superinteressante descreve muito bem estes estágios:

1º) Vivenciando a aproximação Olhares que se encontram, corpos que se comunicam, coisa de pele. Sim isso realmente existe, o corpo percebe essa avalanche química através do cheiro. Aí, nos conectamos com pessoas com identidade imunológica complementar a nossa.

2º) Do primeiro encontro a paixão A partir deste momento, depois da atração irresistível inicial, a química cerebral produz uma turbulência de impulsos.
1. Começa com atração sexual, com aumento da testosterona em ambos os sexos, inclusive nas mulheres
2. Depois vem a paixão avassaladora, um não vive sem o outro, o dia não começa enquanto você não me telefonar, e ai o cérebro esta repleto de dopamina.
3. Depois vem a ligação afetiva mais sólida o companheirismo, manifestado nas mulheres pela ocitocina e nos homens pela vasopressina.

3º) Bem vindos ao Amor Aqui é tudo bem mais complexo, "Enquanto crescemos, vamos criando um conceito da pessoa por quem iremos nos apaixonar", explica Semir Zeki, neurologista da University College London e autor de estudos sobre o cérebro das pessoas apaixonadas.
Mapa cerebral do amor apaixonado

As técnicas de neuroimagem funcional permitiram mapear as regiões cerebrais ativadas e desativadas durante a paixão e o amor. As áreas cerebrais envolvidas passam a apresentar maior irrigação sanguínea, metabolismo mais intenso e maior atividade dos neurônios. As estruturas cerebrais envolvidas na paixão são a Amígdala e o Córtex pré-frontal. A amígdala é responsável pelos nossos sentimentos primitivos, como medo, raiva, euforia, tristeza. O córtex frontal é responsável pelo discernimento da razão.

Na fase inicial da paixão ativamos a Amígdala e desativamos o córtex pré-frontal, portanto existe uma gama de sentimentos primitivos misturados, com ausência total de razão. Essa turbulência emocional foi denominada pelo psicólogo social Stanley Schachter de "estranho elixir da paixão".

Dependendo dos indivíduos envolvidos, uma experiência de paixão desenfreada pode provocar alteração de humor semelhante à provocada por drogas como a cocaína e a anfetamina.

Como cultivar a paixão saudável?

Existem casais que estão juntos há décadas e ainda se dizem apaixonados. Cientistas dos EUA monitoraram o cérebro de pessoas nessa situação e constataram que as áreas do cérebro relacionadas à paixão e aos romances realmente se acendiam quando elas pensavam na pessoa amada. A paixão pode, sim, durar para sempre. Mas isso só acontece com algumas pessoas - e ninguém sabe por quê. Os pesquisadores disseram que esses casais têm o mesmo "mapa amoroso" cerebral que animais que mantêm os mesmos parceiros por toda a vida, como os cisnes, os arganazes e as raposas cinzentas.

Aqui vão dicas de estudos que ajudam a cultivar paixões saudáveis que propiciam amores duradouros:

- Evitem brigas pelo telefone ou via internet. Quando estamos pertinho, olho no olho a energia de paz prevalece;
- Exercite o senso de humor;
- Iniciem novas atividades em conjunto;
- Exercitar o perdão é fundamental, às vezes ser feliz é mais importante do que brigar para saber quem tem razão; - Manter ativa a paixão reafirma sentimentos de proximidade e carinho.
- E por último: COMPROMETIMENTO. Pessoas cujos comprometimentos sejam fracos interpretam o comportamento do seu parceiro mais negativamente, opõe com o tempo pode se destruir uma relação. Quando se tem firme intenção de manter um relacionamento, os problemas conjugais são mais facilmente relativizados.
                                                                                                                                    Claudia Klein

EU PODERIA FAZER VOCÊ FELIZ


Make You Feel My Love
Adele


When the rain
Is blowing in your face
And the whole world
Is on your case
I could offer you
A warm embrace
To make you feel my love

When the evening shadows
And the stars appear
And there is no one there
To dry your tears
I could hold you
For a million years
To make you feel my love

I know you
Haven't made
Your mind up yet
But I would never
Do you wrong
I've known it
From the moment
That we met
No doubt in my mind
Where you belong

I'd go hungry
I'd go black and blue
I'd go crawling
Down the avenue
No, there's nothing
That I wouldn't do
To make you feel my love

The storms are raging
On the rolling sea
And on the highway of regret
Though winds of change
Are throwing wild and free
You ain't seen nothing
Like me yet

I could make you happy
Make your dreams come true
Nothing that I wouldn't do
Go to the ends
Of the Earth for you
To make you feel my love



Make You Feel My Love (tradução)
Adele

Quando a chuva
Está soprando no seu rosto
E de todo o mundo
Está em casa
Eu poderia oferecer a você
Um abraço caloroso
Para fazer você sentir o meu amor

Quando as sombras da noite
E as estrelas aparecem
E não houver ninguém lá
Para secar suas lágrimas
Eu poderia segurar você
Por um milhão de anos
Para fazer você sentir o meu amor

Eu sei que você
Não se
Decidiu ainda
Mas eu nunca
Faria você errar
Eu já sei que
Desde do momento
Que nos conhecemos
Não há dúvida na minha mente
De onde você pertence

Eu passaria fome
Eu viraria preto e azul
Eu iria me arrastando
Avenida a baixo
Não, não há nada
Que eu não faria
Para fazer você sentir o meu amor

As tempestades são violentas
Sobre o mar revolto
E sobre o caminho do arrependimento
Embora ventos de mudança
Estejam trazendo entusiasmo e liberdade
Você ainda não vê nada
Como eu ainda

Eu poderia fazer você feliz
Fazer os seus sonhos se tornarem reais
Nada do que eu não faria
Iria para o fim
Da Terra para você
Para fazer você sentir o meu amor

O amor é que faz a diferença




Aconteceu na vida de um grande músico indiano, Tansen. Ele estava na corte do grande Akbar – e ele é incomparável. Uma vez, Akbar lhe perguntou: “Não consigo imaginar que alguém possa superá-lo. Parece que é impossível – você parece ser a última palavra. Mas sempre que penso nisso, uma idéia me vem à mente, que você deve ter sido discípulo de um Mestre que o ensinou, e – quem sabe? – talvez ele o supere. Quem é seu Mestre? Ele está vivo ainda? Se estiver vivo, convide-o para vir à corte”.

Tansen respondeu: “Ele está ainda vivo, mas não pode ser convidado para a corte, porque ele é como um animal selvagem. Você não pode convidá-lo para a corte. Sempre que isso acontece, ele se muda. Ele não é homem da sociedade; é como o vento, ou como as nuvens. Ele não tem raízes na sociedade – é um andarilho sem lar. E, ainda mais, você não pode pedir a ele que cante ou toque, isso não é possível. Quando ele sente, ele canta. Sempre que ele sente, dança. Teremos que ir até ele, esperar e observar”.

Akbar ficou muito encantado, ficou louco pelo que Tansen disse: “E o Mestre dele está vivo – vale a pena ter o trabalho”. “ Aonde que ele esteja”, disse Akbar, “eu irei”. Ele era um faquir errante, e seu nome era Haridas. Tansen enviou mensageiros para investigar aonde ele estava. Foi encontrado perto do rio Jamuna, numa cabana. Akbar e Tansen foram ouvi-lo. Os aldeões disseram: “Perto das três da manhã, bem no meio da noite, às vezes ele canta e dança. Mas, por outro lado, fica sentado em silêncio durante o dia todo”.

Assim, no meio da noite, Akbar e Tansen, escondidos como ladrões atrás da cabana, ficaram esperando – porque se ele viesse a saber, poderia não cantar. Mas, Haridas começou a cantar e depois a dançar. Akbar ficou hipnotizado, não podia proferir uma única palavra, pois nenhuma admiração teria sido suficiente. Ele chorava sem parar, e enquanto voltavam, depois que a canção parou, ele permaneceu silencioso. As lágrimas continuava rolando. Quando chegou ao palácio, ainda nos degraus, ele disse a Tansen: “Eu costumava pensar que ninguém era capaz de superá-lo, costumava pensar que você era o único, mas agora devo dizer que você não é nada, comparado com o seu mestre. Por que tanta diferença?”

Tansen respondeu: “A diferença é simples. Eu canto e toco para ganhar alguma coisa: poder, prestígio, dinheiro, admiração. Minha música ainda é um meio para um outro fim. Eu canto para conseguir alguma coisa, e meu Mestre canta porque ele já conseguiu. Essa é a diferença. Ele canta somente quando ele está plenificado pelo Divino e não pode contê-lo mais, quando transborda, somente então ele canta. Seu canto é o fim em si mesmo. Ele celebra!”.

E essa é a diferença entre o amor real e falso. Um amor real simplesmente celebra: para o amor real não há futuro. Uma oração verdadeira é uma celebração, não um esforço, não um meio para outra coisa. Ele surge e se dissolve em si mesma. Um momento de oração é uma eternidade em si mesmo; e uma pessoa de oração jamais contabiliza. A oração verdadeira não espera recompensa, não espera retribuição, não espera nada. A oração verdadeira não tem um objetivo ou finalidade. A própria oração é a sua finalidade. 


 Comentaram comigo sobre o livro de Osho intitulado “Antes que você morra” encontrei um artigo muito interessante sobre o amor que transcrevo a seguir.

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

O que é o amor?


Em uma sala de aula de um colégio havia vários meninos e meninas. Um deles perguntou:
- Professor... o que é o amor? 
O professor sentiu que o aluno merecia uma resposta que estivesse a altura de pergunta inteligente que havia sido formulada. Como já estava na hora do recreio, pediu aos seus alunos e alunas que dessem uma volta ao pátio da escola e trouxessem o que mais despertasse em cada um o sentimento do amor.
Os meninos saíram apressados e, quando eles voltaram, o professor lhes disse: Quero que cada um mostre o que encontrou. O primeiro aluno respondeu: 
-Eu trouxe esta flor, não é linda. 
Quando chegou a sua vez, o segundo aluno disse: 
-Eu trouxe esta borboleta. Veja o colorido de suas asas; vou colocá-la em minha coleção. 
-Eu trouxe este filhotinho de passarinho que caiu de seu ninho, não é uma gracinha? - disse o terceiro aluno.
E assim os meninos, um a um, foram mostrando o que haviam recolhido do pátio.
Terminada a exposição, o professor notou que uma das meninas não havia trazido nada e havia permanecido quieta durante todo o tempo. O professor se dirigiu a ela e perguntou: 
-Muito bem, e tu não encontraste nada? 
A menina, timidamente, respondeu: 
-Desculpe, professor. Vi a flor e senti o seu perfume, pensei em arranca-la, mas preferi deixa-la para que exalasse o seu aroma por mais tempo. Vi também a borboleta, suave, colorida, que parecia tão feliz e não tive a coragem de aprisiona-la.
Vi também o passarinho caído entre as folhas, mas notei o olhar triste de sua mãe e preferi devolver ao seu ninho. Portanto, professor, trago comigo o perfume da flor, a sensação de liberdade da borboleta e a gratidão que observei no olhar da mãe do passarinho. Como poderei mostrar o que trouxe? O professor agradeceu a aluna e deu a ela a nota máxima, considerando que havia sido a única que conseguiu perceber que só podemos trazer o amor no coração.
O amor não é tomar, arrancar, capturar, forçar, ganhar ou perder. O amor é elevar a alma, é recordar, é desfrutar.Amar é ser livre e deixar ser livre.

Um olhar...

...

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Queria poder dizer...



O quanto eu...
Te amei
Gritei
Chorei
Tentei

O quanto você...
Me machucou
Despedaçou
Torturou
Ignorou

No entanto...
Não consigo dizer
Meu desecanto
O quanto odeio você

Amar...



Te vi a tarde...
Te amei a noite


Dormi numa nuvem...
Sonhei com você...
Acordei no céu

Estou no Paraíso...
Mas sem você



"De que vale o paraíso sem amor?"


 “O verdadeiro amor acontece por empatia, por magnetismo, por conjunção estelar. Ninguém ama outra pessoa porque ela é educada,veste-se bem e é fã do Caetano. Isso são só referênciais. Ama-se pelo cheiro, pelo mistério, pela paz que o outro lhe dá, ou pelo tormento que provoca. Ama-se pelo tom de voz pela maneira que os olhos piscam, pela fragilidade que se revela quando menos se espera.” Arnaldo Jabor

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Inveja?


Eu tenho inveja
Das pessoas que choram, amam, se entregam
Eu tenho inveja
Das pessoas que aprendem, ensinam e amam

Eu tenho inveja
Pois já tentei, amei, chorei
Eu continuo com inveja
Porque ainda não alcançei
O que tanto almejei...



"Jamais nos esqueçamos que a inveja transformou anjos em demônios"

(Moisés Móra)